Crise dos refugiados – imagens de partir o coração

A crise dos refugiados tem efeitos impactantes na sociedade! Grande parte da História humana está desfigurada por guerras, fomes e perseguições, o que fez com que sempre houvesse pessoas que precisassem de asilo. Antigamente países e povos davam asilo aos necessitados.

No século 21, o número de refugiados vem aumentando tremendamente. Para cuidar dos refugiados que restaram da Segunda Guerra Mundial (1,5 milhão ao todo), criou-se, em 1951, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR). Foi idealizado para durar três anos, partindo-se da suposição de que os refugiados logo se integrariam nas sociedades em que receberam asilo. Acreditava-se que depois disso o programa poderia ser desativado.

Com o passar das décadas, porém, o número de refugiados aumentou em ritmo implacável. Em 1975 eram 2,4 milhões. Em 1985 já eram 10,5 milhões. Em 1995, o número de asilados que recebiam proteção e assistência do ACNUR pulou para 27,4 milhões! Esse número cresceu muito mais recentemente, devido aos conflitos que ocorreram no Oriente Médio.

 

Ódio e medo aumentam a intensidade da crise dos refugiados

Algo que aumenta os problemas do refugiado é a xenofobia: medo e ódio de estrangeiros. Em muitos países acredita-se que os estrangeiros são uma ameaça à identidade nacional, à cultura e aos empregos. São temores que às vezes têm vazão em forma de violência. A revista Refugees disse: “No continente europeu, a cada três minutos ocorre uma agressão por motivos de racismo. E os centros de recepção de pessoas que procuram asilo muitas vezes são o alvo.”

É claro que não há nada que a maioria dos refugiados mais quer do que voltar para sua terra. Seu coração mal se aguenta de vontade de viver em paz, de levar uma vida normal, com a família e os amigos. Mas eles não têm para onde ir! Você consegue sentir a aflição deles em seu coração?

Para se ter uma ideia de como a crise dos refugiados traz sofrimento, independente do lugar para onde eles vão, veja as imagens abaixo, agrupadas para que você perceba a tristeza que essas pessoas tão especiais e importantes sentem quando precisam sair de onde tanto gostam de estar – sua terra natal.

Os créditos estão em cada imagem.

 

crise dos refugiados
No campo de refugiados improvisado de Rojava, na Turquia – Foto: BULENT KILIC/AFP

 

crise dos refugiados
Chegada à Turquia em fuga da Síra – Foto: BULENT KILIC/AFP

 

crise dos refugiados
A mendigar na Avenida Istiklal, em Istambul – Foto: BULENT KILIC/AFP

 

crise dos refugiados
Refugiados sírios – Via tecnopasion.com

 

crise dos refugiados
Naufrágio de refugiados na Ilha de Lesbos, Grécia – Via lavozdegalicia.es

 

crise dos refugiados
Em Dadaab, no Qênia, está o maior campo de refugiados do mundo – Foto: Roberto Schmidt/AFP

 

crise dos refugiados
Palestinos fazendo fila para receber comida no campo de refugiados de Yarmouk, em Damasco, na Síria – Via folha.uol.com.br

 

crise dos refugiados
Os refugiados sírios são as vítimas mais recentes – Via caritasburgos.es

 

crise dos refugiados
Um pequeno menino olha para um agente da polícia na fronteira entre a Grécia e a Macedônia – Via publico.pt

 

crise dos refugiados
Idosos e crianças fogem juntos na luta pela sobrevivência – Via onu.cl

 

crise dos refugiados
Um policial leva um bebê a um local seguro, na fronteira entre a Macedônia e a Grécia – Foto: Ognen Teofilovski/REUTERS

 

crise dos refugiados
Imigrantes resgatados pela polícia ao largo de Lampedusa, na Sicília – Foto: Alessandro Bianchi/Reuters

 

crise dos refugiados
Refugiados no porto de Pozzallo, no sul da Itália – Foto: Antonio Parrinello/Reuters

 

crise dos refugiados
Imigrantes são presos ao tentarem passar no posto de fronteira de Saint Ludovic, entre a França e a Itália – Foto: Eric Gaillard/Reuters

 

Crise dos refugiados – imagens de partir o coração
5 (100%) 1 voto

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência e para entender como você usa nossos serviços. Aceito Leia Mais

error: Content is protected !!