Cofre guarda quase 1 milhão de sementes

Em 26 de fevereiro de 2008, o Cofre Global de Sementes em Svalbard, ‘abriu’ oficialmente as portas. O banco de sementes fica situado 120 metros adentro da montanha de arenito na Ilha de Spitsbergen, na Noruega, há cerca de 1,3 mil km do Polo Norte.

 

Cofre de sementes na Noruega

 cofre

Fotografia de Matthias Heyde


2

Fotografia de Matthias Heyde

 

3

Fotografia de Matthias Heyde

 

Até hoje, há surpreendentes 864 mil variedades de sementes no cofre (considera-se que existam hoje cerca de 1,5 milhões de exemplares de sementes de culturas agrícolas em todo o mundo).

Spitsbergen foi considerado o local ideal devido à falta de atividade tectônica e ao seu gelo permanente no subsolo, que garante mais conservação. Também fica 130 metros acima do nível do mar – o que significa que o local permanecerá seco mesmo se as calotas de gelo derretessem. A área total é de mais de mil metros quadrados, mas somente o hall de entrada de concreto fica visível do lado de fora.

O cofre fica no permafrost (gelo permanente no subsolo) a uma temperatura constante de -3ºC a -4ºC.

 

4

Fotografia de Matthias Heyde

 

5

Fotografia de Landbruks – og matdepartementet

 

6

Fotografia de Matthias Heyde

 

As novas sementes são levadas ao cofre, embaladas em caixas contendo no máximo 400 tipos de sementes cada uma. As caixas são seladas pelo banco de genes que deposita as sementes. Cada exemplar costuma ter cerca de 500 sementes vedadas numa bolsa de alumínio hermeticamente fechada.

 O Cofre Global De Sementes de Svalbard tem capacidade para estocar 4,5 milhões de tipos diferentes de sementes. Assim seria possível que suporte duplicações de todos os tipos únicos de semente que existem atualmente nos muitos banco de genes espalhados pelo mundo, e também estará apto a guardar novos tipos de sementes coletadas no futuro.

 

7

Fotografia de The International Institute of Tropical Agriculture i Nigeria

 

8

Fotografia de Landbruks – og matdepartementet

 

As sementes são armazenadas em envelopes selados nos quarto cantos e, depois, colocadas em caixas de plástico em prateleiras de metal. As salas de armazenamento são mantidas a uma temperatura de −18 °C. A baixa temperatura e a pouca quantidade de oxigênio garantem uma atividade metabólica mais baixa e retardam o ‘envelhecimento’ da semente.

O permafrost ao redor do local ajuda a manter a temperatura das sementes bem baixa no caso de falha no sistema de fornecimento de energia.

 

9

Fotografia de The International Institute of Tropical Agriculture i Nigeria

 

10

Fotografia de The International Institute of Tropical Agriculture i Nigeria

 

O cofre de sementes é gerenciado por um acordo entre o governo norueguês, o Fundo para a Diversidade Global de Cultivos (GCDT) e o Centro de Pesquisa Genético Nórdico (NordGen).

 O cofre de sementes funciona com a mesma segurança de um cofre de segurança bancário. O Governo da Noruega administra o local e as sementes são do banco de genes.

 

11

Fotografia de Landbruks – og matdepartementet

 

12

13

Fotografias de Mari Tefre/Svalbard Globale frøhvelv

 

14

Fotografia de Mari Tefre/Svalbard Globale frøhvelv

 

15

Fotografia de Landbruks – og matdepartementet

 

16

Fotografia de Mari Tefre/Svalbard Globale frøhvelv

 

Confira abaixo um vídeo que mostra a parte interna desse cofre de sementes.

Compartilhe!

Cofre guarda quase 1 milhão de sementes
Avalie este post

Reply

error: Content is protected !!