Macrofotografia de insetos

Macrofotografia – conhece esse termo? Na última década, uma enorme quantidade de imagens viralizaram na web com os mais variados conteúdos. Especialmente mostrando mais de perto insetos e plantas, o objetivo desse tipo de fotografia é prender nossa atenção aos detalhes que o olho não enxerga. Mas em termos mais técnicos, quando uma foto é considerada ‘macro’ ou ‘micro’?

 

Macrofotografia e microfotografia

Tudo aqui se relaciona à proporção de captação da imagem no momento da foto. Por exemplo, se a dimensão da imagem em questão for fotografada entre uma proporção de 1:1 e 10:1, isso significa que o detalhe acaba sendo igual ou dez vezes maior do que na realidade. A diferença entre macro e micro fica apenas num detalhe importante: caso a proporção seja maior do que 10:1, a imagem é encarada como uma microfotografia.

 

Usando o foco manual

Muitas vezes, como o fotógrafo precisa se aproximar bastante do objeto, o foco automático acaba se perdendo. Por causa disso, muitos usam o foco manual para conseguirem controlar melhor o detalhe em questão.

 

Insetos macrofotografados

Contando com essa maneira específica de criar belas fotos, captando detalhes incríveis da natureza, muitos profissionais decidiram rumar nessa direção. O resultado? Imagens nítidas, reveladoras e impressionantes das mais variadas formas de insetos, entre outros seres vivos, que não conhecemos de tão perto!

Para que você conheça um pouco da natureza usando essa técnica, a partir de hoje o site Já Viu Isso conterá postagens regulares de macrofotografias da natureza. Elas o levarão a enxergar detalhes de insetos, de plantas, de partes do corpo humano antes desconhecidos aos seus olhos.

 

A macrofotografia de John Hallmén

Para começar, vamos conhecer o trabalho do fotógrafo John Hallmén. O fotógrafo sueco consegue captar em suas fotos o minúsculo mundo que muitas vezes ignoramos ou é imperceptível a nossos olhos. Através da lente de sua câmera,  Hallmén consegue retratar belamente essas pequenas criaturas que representam 80% da população animal do planeta.

O que diferencia um fotógrafo de outro é a capacidade de ver em um lugar algo que os outros não conseguem ver, usando o máximo de seus sentidos e curiosidade para descobrir coisas novas. Enquanto um fotógrafo mediano precisa de um grande espaço para trabalhar, John Hallmén vê um mundo exuberante esperando para ser fotografado em apenas 5 metros quadrados. Então, clique e descubra agora o mundo macrofotografado nas lentes de John Hallmén.

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Flickr | Site | Facebook | Blog | Projetos

macrofotografia

 

 

Comentem o que acham do trabalho desse fotógrafo sueco logo abaixo!

Macrofotografia de insetos
Avalie este post

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência e para entender como você usa nossos serviços. Aceito Leia Mais

error: Content is protected !!